Como aproveitar o momento da refeição de uma forma tranquila, mas supervisionada.

Crianças de 7 a 12 anos são extremamente ativas e estão em ritmo constante de crescimento. Dependendo da qualidade da alimentação, as crianças nesse período podem ter excesso ou carência de nutrientes. Assim, é fundamental estimular hábitos de vida saudáveis e o melhor momento para isso são as refeições.

Além de fortalecer o vínculo pais e filhos, as refeições em família são consideradas fundamentais para difusão de costumes e hábitos alimentares saudáveis, uma vez que os pais, cuidadores e irmãos mais velhos são observados como modelos a serem seguidos pelas crianças. Uma ótima oportunidade para apresentar e incentivar o consumo de alimentos saudáveis!

Mas, muitas vezes, para garantir que a criança “raspe” o prato, coma a salada ou o grão do feijão, os pais acabam utilizando comportamentos tipo “recompensa” ou “castigo” e aí, o momento que era para ser compartilhado e agradável, acaba virando um estresse.

A dica é: relaxe! Respeite o apetite da criança que pode variar por uma série de fatores, entenda que a preferência pelo sabor doce é inato no ser humano. Mas, supervisione! Todos os outros sabores precisam ser “aprendidos” e para despertar o interesse ofereça os legumes em cores, formas, texturas e composições variadas. Para sobremesa, sempre uma fruta diferente. Estabeleça horários de início e término das refeições, independente da quantidade consumida e evite deixar disponível alimentos ricos em açúcar, gordura e sal, os preferidos para “beliscar”.  Com algumas regras é possível relaxar mais e se estressar menos. Aproveite!