Coração saudável desde a infância.

Atualmente, cerca de 41 milhões de crianças em todo o mundo estão obesas ou têm excesso de peso. Sabemos que esse quadro é preocupante por que o excesso de peso aumenta, consideravelmente, o risco de desenvolvermos doenças, como as do coração. Além disso, há descrições de relação direta entre a gravidade da obesidade na infância e o risco desta criança manter-se com sobrepeso ou obesidade na vida adulta.

Mas o que fazer para manter saudável o coração desde a infância? Primeiro, ter muita atenção ao peso. Crianças precisam ter uma alimentação saudável, fazer atividade física e diminuir o tempo em frente à TV e ao computador, para evitar o sedentarismo.

A alimentação a partir dos dois anos deve ser variada, equilibrada e colorida. Ofereça ao seu filho frutas, verduras e legumes de diferentes e divertidas formas para despertar o interesse das crianças por esses alimentos.

As frutas e os vegetais são ricos em fibras, que ajudam a sentir saciedade e diminuir o colesterol, também são fontes de vitaminas e minerais, que permitem que o corpo funcione adequadamente. Além disso, esses alimentos coloridos contém uma série de outras substâncias, chamadas bioativas, que podem ajudar a proteger a saúde do coração.

Nesse contexto, as gorduras saudáveis, como os ômegas-3, principalmente os ácidos EPA e DHA, encontrados em pescados de água salgada e fria, como o salmão, atum e sardinha, comprovadamente ajudam a manter os níveis normais de triglicérides do sangue e assim previnem as doenças do coração.

Pode ser difícil atingir as quantidades necessárias e EPA e DHA sem consumir peixes marinhos pelo menos 2 a 3 vezes por semana. Nesse caso os alimentos enriquecidos e fortificados com esses ácidos graxos ômega-3 podem ser uma boa alternativa. Existem também suplementos, consulte o pediatra ou nutricionista para ajudar nessa escolha e garantir a saúde do coração do seu filho.

GIULIANO, I. C. B. I Diretriz de Prevenção da Aterosclerose na Infância e na Adolescência. Arq. Bras. Cardiol. vol.85, suppl.6. São Paulo, Dec., 2005

PAHO. Relatório da Comissão pelo Fim da Obesidade Infantil busca reverter aumento de sobrepeso e obesidade. <Disponível em: http://www.paho.org/bra/index.php? option=com_content&view=article&id=4997:relatorio-da-comissao-pelo-fim-da-obesidade-infantil-busca-reverter-aumento-de-sobrepeso-e-obesidade&Itemid=820. <Acesso em 02/10/2017

ABRAN. I Consenso da Associação Brasileira de Nutrologia sobre recomendações de DHA durante a gestação, lactação e infância. International Journal of Nutrology, 2014