Como prevenir anemias em crianças vegetarianas?

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Como prevenir anemias em crianças vegetarianas?

O número de adeptos as dietas vegetarianas cresce a cada dia, diversos são os motivos que influenciam nessa decisão, tais como a ética com os animais, saúde ou religião.

Considerando que a alimentação é um hábito cultural transmitido dos pais para os filhos, muitas vezes as crianças se tornam vegetarianas por opção e exemplo da família. Segundo a Sociedade Brasileira Vegetariana e a Associação Dietética Americana, a alimentação vegetariana, assim como qualquer dieta, desde que bem planejada e balanceada é segura e também promove benefícios à saúde.

Estudos recentes que avaliaram a redução do consumo de carne combinada ao aumento no consumo de grãos, nozes, frutas e legumes mostraram que esse tipo de dieta contribui na diminuição do risco cardiovascular e peso corporal. Porém, precisamos ficar atentos aos nutrientes que deixamos de comer ao restringir nossa alimentação e devemos buscar alternativas para manter a nutrição adequada, o que torna os alimentos fortificados uma ótima escolha! Uma consequência possível de uma dieta vegetariana não equilibrada é a deficiência de ferro e de vitaminas do complexo B, essenciais para o transporte do oxigênio, e que a longo prazo, pode gerar doenças como, por exemplo, a anemia.

Como melhorar o aporte desses nutrientes nas dietas vegetarianas?

O ferro presente em alimentos de origem vegetal merece uma atenção especial. Isso porque nesses alimentos é encontrada uma forma de ferro pouco aproveitada pelo organismo. Uma maneira de otimizar a absorção desse tipo de ferro é comer uma fruta cítrica, fonte de vitamina C, durante as refeições. Ou seja, incluir uma laranja, um suco de limão, por exemplo, é uma ótima opção. Além da vitamina C, outras vitaminas que participam do metabolismo e absorção do ferro pelo organismo são: vitamina A, B2, B6, B12, E e ácido fólico.

Dentre essas vitaminas, a B12 é encontrada apenas em alimentos de origem animal, por isso, os indivíduos vegetarianos devem ser aconselhados a incluir alimentos fortificados e/ou suplementos fontes de B12. Isso é essencial para a manutenção da saúde e evitar o risco de desenvolver anemia.

Mas independente do padrão da dieta, uma alimentação saudável é sempre variada, equilibrada e colorida. E quando excluir algum grupo de alimentos, consulte um profissional que poderá te ajudar nessas adequações.

REFERÊNCIAS

Amit M. Vegetarian diets in children and adolescentes. Paediatrics and Child Health. v. 5 n. 15 p. 303-314. May/June, 2010.

Fishman, S. M., Christian, P., & West, K. P. The role of vitamins in the prevention and control of anaemia. Public Health Nutrition, v. 3 n. 2 p. 125-150. June, 2000.

Renda, M., & Fischer, P. Vegetarian Diets in Children and Adolescents. Pediatrics in Review, v. 30, n. 1 p. 1-8. January, 2009.

Sociedade Brasileira de Pediatria. Vegetarianismo na infância e adolescência. Guia prático de atualização. Departamento científico de nutrologia. n. 4, Julho, 2017.

Sociedade Vegetariana Brasileira. Alimentação para bebês e crianças vegetarianas até 2 anos de idade. 2018. Disponível em https://svb.org.br/images/livros/alimentacao-para-bebes-vegetarianos.pdf

Acesso em 06 de jan. 2020.

VALLE, M. N. J. et al., A formação dos hábitos alimentares na infância: uma revisão de alguns aspectos abordados na literatura nos últimos dez anos. Revista APS, v.10, n.1, p. 56-65, jan./jun. 2007.