ARROZ FORTIFICADO COMO ESTRATÉGIA DE PREVENÇÃO DE ANEMIA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

Já falamos, em outras ocasiões, sobre a “fome oculta”. No mundo, pelo menos 1 em casa 2 crianças menores de 5 anos, sofre de fome oculta devido à deficiências de vitaminas e outros nutrientes essenciais. Essa condição ou situação que acomete nossos filhos faz parecer que a dieta é suficiente pois possui quantidade e densidade energética adequadas, porém pode ser pobre em certos nutrientes, principalmente as vitaminas do complexo B, por serem hidrossolúveis e importantes diariamente para o corpo na transmissão dos impulsos elétricos e na regulação do movimento de nossos músculos e funcionamento do cerebro.

Por isso, os alimentos fortificados podem ser um excelente veículo que nos ajuda, como país, assegurar a qualidade da dieta de nossos filhos, contribuindo com a obtenção de todos os nutrientes essenciais que o corpo de nossos pequenos necesita todos os días.

Um excelente exemplo é o arroz fortificado. Na américa latina é muito comum o consumo de arroz, ele faz parte da nossa dieta habitual e é o pilar da maioria dos nossos pratos e costumes culinarios. E você sabia que a versão fortificada desse alimento pode também ser uma estratégia para aumentar o consumo de vitaminas do complexo B e vitamina A ajudando a atingir a recomendação diária dessas vitaminas e garantir uma dieta completa, equilibrada e rica em nutrientes que são importantes para o desenvolvimento de seus filhos?

O arroz cumpre com os requisitos para ser considerado um ótimo alimento para ser fortificado. Isso porque, ele possui naturalmente os nutrientes como, por exemplo, as vitaminas, o que garante um meio estável e de boa biodisponibilidade e absorção, independente das diferentes temperaturas e o tipo de armazenamento. Além disso é barato e, ao mesmo tempo, rico em nutrientes, livre de colesterol e baixo em gorduras saturadas, açúcares e sódio e é bastante apreciado pela população latino americana, principalmente pelas crianças. Um alimento fortificado deve sempre ser nutritivo e com alto valor para dieta devido ao seu conteúdo energético e sua concentração de macronutrientes.

É considerado, então, um veículo de nutrientes ideal para nossos filhos. E a melhor noticia é que ele também é encontrado em nosso país, na maioria das prateleiras dos supermercados, na versão enriquecida de vitaminas, que ajudam a prevenir anemias associadas à deficiencia de vitaminas do complexo B ou ferro, ou outras condições.

Referencias;

  1. Fortify Grains to Prevent Nutritional Anemia; Food Fortification Initiative http://www.ffinetwork.org/why_fortify/health.html
  2. Martorell, R., et al. Effectiveness evaluation of the food fortification program of Costa Rica: impact on anemia prevalence and hemoglobin concentrations in women and children. American Journal of Clinical Nutrition, first published November 5, 2014.
  3.  Barkley, J., Wheeler, K., and Pachón, H. Anaemia prevalence may be reduced among countries that fortify flour. British Journal of Nutrition, available on CJO2015. doi:10.1017/S0007114515001646. 
  4. The World Health Report 2002 — Reducing Risks, Promoting Healthy Life. World Health Organization.
  5. The Global Prevalence of Anemia in 2011. World Health Organization.
  6. Dietary Supplement Fact Sheet; National Institutes of Health
  7. UNICEF.  Situação Mundial Da Infância 2019: Crianças, alimentação e nutrição: Crescendo saudável em um mundo em transformação. Sumário executivo, New York, USA, 2019
  8. Netto; M. P.;  Priore , S. E.; Franceschini, S. do C. C. Interação entre vitamina A e ferro em diferentes grupos populacionais.  Rev. Bras. Saúde Matern. Infant., Recife, 7 (1): 15-22, jan. / mar., 2007.